Thursday, January 25, 2007

que

Qualquer um que já tenha ouvido falar desse pessoal que concorda com aqueles que ficam dizendo que as orações subordinadas que viscejam nas frases que são escritas e faladas nesta língua que ora uso para expressar aquilo que acho que devo escrever não deveriam ser longas deve concordar comigo em que nada do que se diz sobre isso que acabo de mencionar e que espero que você já tenha lido e que tenha entendido tem qualquer relevância que pudesse ser expressa no estilo usado por aqueles que lêem o que escrevo e criticam o estilo que uso sem saber que ele serve a um propósito que não poderia ser expresso de qualquer outra maneira que não fosse utilizando exatamente o mesmo tipo de oração subordinada que estou usando agora neste texto que você está lendo e que vai acabar agora.
 
¿Precisou de alguma vírgula? Então, não me encha o saco.

Wednesday, January 24, 2007

umbigada

A polêmica sempre acompanhou meu umbigo.
A sinceridade é a maior qualidade de meu umbigo... mas também é seu maior defeito.
Meu umbigo está sempre aberto a críticas construtivas.
Quando meu umbigo está errado, ele é o primeiro a admitir.
A honestidade de meu umbigo incomoda muita gente.
O maior problema de meu umbigo é q ele se entrega demais.
Meu umbigo não merecia ter nascido no Brasil.

Meu umbigo sofre muito com a vaidade dos outros.

Saturday, January 13, 2007

a verdade, preto no branco

É preciso trazer à tona um fato q há mais de um século permanece disfarçado por trás de um véu de hipocrisia e ignorância, um fato q todos parecem preferir ignorar, mas q teve profundas conseqüências q ainda hoje influenciam o dia-a-dia de toda a população mundial, inserindo uma fonte de cinismo, desinformação e deseducação nas vidas pública e privada.
 
Vemos filmes, fotos e ilustrações dos tempos pré-históricos até os dias de hoje – lindas paisagens e importantes acontecimentos documentados com precisão e maestria, tais como o fim dos dinossauros, a vida de importantes figuras, o descobrimento da América – mas parece incrível q ninguém atente ao fato de q, entre ~1880 e ~1960, o mundo passou em preto-em-branco. As cores simplesmente desapareceram de todas as coisas e ninguém, absolutamente ninguém, comentou, analisou ou mesmo denunciou o cataclisma. Inevitavelmente, várias perguntas nunca formuladas permanecem irrespondidas:
 
- ¿O q causou esse fenômeno?
- ¿Por que somente durante esses ~80 anos?
- ¿A quem interessa disfarçar esse fato inegável?
- ¿A quem interessa encobri-lo?
- ¿Pode o fenômeno ocorrer novamente? ¿É algo cíclico?
- ¿O q você estaria fazendo se não estivesse lendo esta baboseira?
 
Essas e outras são inquietações q se apoderam de qualquer pessoa q intue e procura desvendar a verdade por trás das aparências.  Torna-se urgentemente necessário conhecer os fatos e apurar as responsabilidades.
 
Chega de hipocrisia! Chega de mentiras!